Headset para call center: como escolher o ideal para o seu negócio?

28 de fevereiro 2020

Existem muitas questões às quais os gestores de uma central de atendimento precisam se atentar: contratação da equipe, treinamento dos profissionais, além de acompanhar as métricas e resultados dos atendimentos. Por isso, é importante você escolher qual é o headset ideal para o seu negócio. 

Além disso, poder contar com bons equipamentos é essencial para a produtividade da sua equipe. De todos os dispositivos utilizados, contudo, talvez o headset seja o mais importante deles. 

Porque o headset é tão importante para um call center?

Antes de tudo, vale explicar a diferença entre um headset e outros tipos de equipamento. Ele consiste na união do fone de ouvido e microfone em um mesmo aparelho. Assim, os profissionais de atendimento podem conversar com os clientes sem precisar segurar nenhum dispositivo. 

Anteriormente esses equipamentos eram caros e pouco eficientes, mas agora é possível encontrar modelos cada vez melhores por preços acessíveis, em especial se eles forem comprados em grandes quantidades. Por isso, é quase possível pensar em um call center sem bons headsets, hoje em dia. Eles são essenciais para uma central de atendimento eficiente e rentável.

Dicas de como escolher um headset para call center

Agora que você entendeu o que é um headset e porque ele é importante, você deve estar se perguntando como escolher o melhor para sua empresa, sem gastar mais do que o necessário. A seguir, apresentamos os aspectos mais importantes para você levar em conta nessa decisão.

Canais de som

Existem diversos aspectos técnicos que você deve levar em conta para atestar a qualidade de um headset. Para começar, existem equipamentos com som estéreo (2.0) e som surround (5.1 ou 7.1). Esses primeiros números correspondem à quantidade de canais de som. Sendo assim, os surround costumam ser melhores que o estéreo. 

Frequência

Também procure comparar a frequência de som que é emitida pelo fone. De maneira geral, quanto maior a frequência, melhor é a saída de som. Investir em qualidade sonora é importante para o entendimento entre o atendente e o cliente, melhorando a eficiência dos atendimentos e mitigando os riscos de questões mal entendidas. 

Sensibilidade e impedância

A sensibilidade de um headset define qual é o volume máximo que ele consegue alcançar. Naturalmente, é importante lembrar que sons acima de 85 decibéis podem prejudicar a audição de seus atendentes, então não é recomendável deixar o volume acima disso com frequência. A questão é que fones com pouca sensibilidade tendem a ter uma menor qualidade de som quando são mais exigidos.

Outra questão que influencia no volume é a impedância. Quanto maior ela é, menos é preciso aumentar o som para ouvir bem. 

Conforto

Os atendentes trabalham por horas a fio com os headsets em suas cabeças, então o conforto proporcionado pelo equipamento é uma questão fundamental para a produtividade de um call center. Alguns aspectos do headset podem influenciar para um maior conforto, a saber:

  • Ser ajustável na cabeça
  • Ser mais leve
  • Ter almofadas com boa espuma e acabamento

Assistência Técnica

Você não quer ter que trocar os equipamentos do seu call center dentro de pouco tempo, certo? Então o último aspecto que você deve levar em conta é a confiabilidade da empresa onde você está comprando os headsets, bem como a assistência oferecida por ela em caso de defeito no produto. 

Caso você precise de headsets de qualidade e de um fornecedor confiável para adquiri-los, a Wetalk.it está aqui para ajudar. 

A empresa oferece uma linha completa de produtos, com diferentes opções de qualidade de som, ajustes e conexões. Com certeza, há alguma que se encaixa com as necessidades do seu call center. Clique aqui, confira as opções de headset para call center e faça um orçamento de forma prática e rápida.

Posts recentes

Deixe um comentário